Núcleo de Curadoria

O Núcleo de Curadoria do MARGS é responsável pelo planejamento, organização e coordenação das etapas que envolvem as exposições apresentadas no Museu, sejam de projetos do seu acervo sejam de outras instituições, coleções, artistas e curadores. Também coordena as vistorias e a manutenção dos espaços expositivos.

Além de assessorar a Direção nos projetos curatoriais do Museu, também atende a artistas, curadores, montadores, iluminadores e demais profissionais no acompanhamento do processo de realização das exposições.

O trabalho envolve contato com profissionais especializados quanto a recebimento de obras, expografia, iluminação, montagem e desmontagem, bem como a supervisão permanente das galerias durante as exposições, de modo a garantir a segurança e o bom estado de conservação das obras e dos espaços expositivos.

Equipe:

Fernanda Medeiros – Coordenadora do Núcleo de Curadoria. Curadora-assistente e coordenadora de operação do MARGS. Graduada em História (PUC-RS), cursando graduação em História da Arte e especialização lato sensu em Práticas Curatoriais (UFRGS)

José Eckert – Servidor. Graduado (UNISC) e mestre em História (Unisinos) e graduando em História da Arte (UFRGS)

Sandra Vinhales – Servidora

Contato:

(51) 3227-2012

curadoria@margs.rs.gov.br

ESPAÇOS EXPOSITIVOS DO MARGS

 

1º PISO:

– Pinacotecas

– Sala Aldo Locatelli

– Salas Negras

2º PISO:

– Galeria Iberê Camargo

– Sala Oscar Boeira

– Galeria João Fahrion

– Sala Angelo Guido

– Sala Pedro Weingärtner

 

O Museu de Arte do Rio Grande do Sul (MARGS) é uma instituição museológica pública, do Estado do RS, voltada à história da arte e à memória artística, assim como às manifestações, linguagens, investigações e produção contemporânea em artes visuais.

Conforme a definição de sua natureza, objetivo e funções estabelecidos nos termos de seu Plano Museológico, o MARGS tem como principal finalidade colecionar, catalogar, documentar, guardar, conservar, restaurar, pesquisar e exibir os seus acervos artístico e documental.

A Política de Exposições do MARGS é de atribuição e responsabilidade da Direção do Museu, que define e estabelece a curadoria do programa artístico-expositivo, em amparo e respaldo do Comitê de Curadoria.

A programação artística é composta por exposições com realização própria pelo Museu, além de projetos externos que a instituição recebe em seus espaços expositivos.

A Direção do MARGS, em coordenação com os Núcleos, é responsável pela proposição e desenvolvimento dos projetos expositivos-curatoriais e das ações educativas realizadas pelo Museu, compondo e definindo a programação artística e as atividades públicas da instituição.

Assim, o MARGS concebe e produz parte das exposições que apresenta, complementando o programa artístico-expositivo ao receber exposições propostas por iniciativa de terceiros ou que integrem programas específicos, que podem contar com curadoria de profissionais ligados ao próprio Museu ou de curadores externos de reconhecida competência, afinados com os princípios adotados pela Direção.

Leia sobre a Políticas Institucionais de Exposições e de Acervos | Comitê de Curadoria e Comitê de Acervo

A gestão que se iniciou em 2019 conta com duas instâncias que amparam a implementação, a condução e a qualificação das políticas institucionais de exibição e de acervo do MARGS. Integrados por especialistas com notável reconhecimento em suas áreas de atuação e competência, designados pela direção, o Comitê de Curadoria e o Comitê de Acervos têm como atribuição propor parâmetros qualitativos de avaliação e acompanhamento, como modo de colaborar para a busca da excelência nas ações e operação do museu. 

Apoio e Realização