Direção

Francisco Dalcol

Diretor-curador do MARGS

 

Atribuições e responsabilidades:

Liderar o Museu em coordenação com suas equipes e setores, enquanto cargo designado pela Secretaria de Estado da Cultura — Sedac.

Dirigir e supervisionar a atuação institucional, a gestão administrativa e a operação museológica; definindo, fundamentando, implementando e coordenando as políticas de aquisições e de exposições, o programa artístico, os programas públicos, a ação educativa, a produção editorial e de conteúdo, as estratégias de comunicação, a gestão de acervos e a conservação predial.

Conceber e estabelecer uma visão artística, curatorial e museológica, amparada por parâmetros técnicos, conceituais, teóricos, críticos e históricos que fundamentem a linha de ação e atuação da gestão.

Implementar programas definidos, criteriados e fundamentados, de modo a conceber, desenvolver e coordenar a programação expositiva, artística e demais atividades.

Realizar e supervisionar pesquisas curatoriais aprofundadas e inovadoras a partir da produção artística e dos Acervos Artístico e Documental.

Desenvolver exposições, projetos, ações e atividades que proporcionem aos públicos experiências avançadas, transformadoras e acolhedoras, além de gerar produção de conhecimento e difusão de conteúdos enriquecedores e inclusivos.

Prezar por premissas democráticas e valores cidadãos, como diversidade, pluralidade, equidade, representatividade, acessibilidade e inclusão; em todas as ações, atividades e iniciativas realizadas e trazidas a público, bem como no ambiente profissional interno e externo.

Gerenciar a gestão do Museu em relação aos recursos materiais, financeiros e de pessoal que viabilizam suas atividades, operação e manutenção.

Promover a integração, o intercâmbio e a colaboração com demais instituições afins, com o meio profissional do campo da arte e com a comunidade artística e cultural.

Representar e dirigir o museu enquanto cargo em comissão nomeado pela Secretaria de Estado da Cultura do RS e amparado pelo modelo de sustentabilidade oferecido pela Associação dos Amigos do MARGS (AAMARGS).

 

Formação acadêmica:

Doutor em História, Teoria e Crítica de Arte pelo Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais (PPGAV) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), com estágio de doutoramento pela Universidade Nova de Lisboa (UNL). Sua pesquisa de doutorado trata das interseções entre crítica de arte, exposição e curadoria, tendo defendido em 2018 a tese intitulada “A curadoria de exposição enquanto espaço de crítica: a constituição de um campo de prática e pensamento em curadoria no Brasil (anos 1960-1980)”.

Tem mestrado em Teoria, Crítica e História da Arte, especialização em Comunicação e Projetos de Mídia e é bacharel em Comunicação Social (habilitação Jornalismo).

 

Atuação e experiência profissional:

Pesquisador, crítico, historiador da arte, curador, professor, jornalista e editor. Autor de produção intelectual em artes visuais, com atuação institucional, acadêmica, editorial e em curadoria.

Possui experiência institucional e museológica em gestão de acervos de arte e documentais, curadoria de exposições, comunicação, editorial, programação de eventos, atividades formativas, cursos e seminários.

Na pesquisa acadêmica, dedica-se à investigação teórica e histórica em crítica e história da arte, estudos expositivos e curatoriais e história das exposições.

Sua trajetória curatorial envolve projetos com artistas históricos e contemporâneos junto a acervos privados e públicos, desenvolvendo exposições individuais e coletivas em museus, instituições e galerias, assim como a editoração de catálogos, livros e publicações de arte.

É professor-colaborador do curso de pós-graduação (especialização lato sensu) Práticas Curatoriais, do Instituto de Artes da UFRGS, ministrando disciplinas como Crítica de Arte, Estudos Curatoriais e Expositivos, e História das Exposições.

É membro da Associação Internacional de Críticos de Arte (AICA), Associação Brasileira de Críticos de Arte (ABCA) e Associação Nacional de Pesquisadores em Artes Plásticas (ANPAP).

Em 2019, foi agraciado com o prêmio de Curadoria no Açorianos de Artes Plásticas, da Prefeitura de Porto Alegre. Desde o mesmo ano, já recebeu pelo MARGS diversas distinções do mesmo Prêmio Açorianos, incluindo o Prêmio Destaque Instituição em 2020.

Ganhou a 1a menção honorífica no Incentive Prize for Young Critics 2016, concedido pela International Association of Art Critics (AICA).

Em 2017 e 2018, integrou o Comitê de Indicação do Prêmio PIPA.

Na trajetória como jornalista, atuou no Grupo RBS a partir de 2002, tendo sido repórter, gestor de equipes e coordenador projetos, editor de área e crítico de arte, integrando entre 2012 e 2016 a coordenação e edição do 2° Caderno e do caderno Cultura do jornal Zero Hora.

 

Contato: diretor@margs.rs.gov.br

 

Cristina Barros

Curadora-assistente e coordenadora dos Núcleo de Curadoria e de Comunicação e Design do MARGS

 

Experiência profissional e formação acadêmica:

É pesquisadora, mediadora/educadora e possui experiência com curadoria no campo das artes visuais.

Bacharela em História da Arte pelo Instituto de Artes da UFRGS (2021).

Atualmente, atua como pesquisadora adjunta ao Projeto de Digitalização do Acervo Documental do Museu de Arte do Rio Grande do Sul – MARGS. Entre 2018 e 2020, foi estagiária do Núcleo Educativo e de Programa Público e do Núcleo de Curadoria do MARGS.

Integrou a equipe do Programa Educativo da Bienal do Mercosul em suas duas últimas edições, em 2020 e em 2022. E, paralelamente, coordenou equipes educativas temporárias em exposições de curta duração apresentadas no Farol Santander Porto Alegre entre 2020 e 2021.

É uma das representantes do Brasil na Red-LEHA (Red Latinoamericana de Estudiantes de Historia del Arte). 

 

Contato: cristina.barros@margs.rs.gov.br

Apoio e Realização