Christina Balbão é tema de conversa com público no MARGS

O Museu de Arte do Rio Grande do Sul Ado Malagoli (MARGS) e a Associação dos Amigos do Museu de Arte do Rio Grande do Sul (AAMARGS) convidam o público para o evento “Conversas no Museu”, cujo tema é “Christina Balbão: um nome para lembrar”, dia 27 de junho, às 16h, no auditório do MARGS. Os convidados são Círio Simon – Prof. Dr. em História; Luiz Inácio Franco de Medeiros – Dr. em Direito, ex-diretor do MARGS e Eduardo Vieira da Cunha – Prof. Dr. em Belas Artes, artista plástico e fotógrafo. O evento tem entrada franca e o número de vagas é limitado aos 70 lugares disponíveis, por ordem de chegada.

Nesta edição, o projeto “Conversas no Museu”, com organização do Núcleo de Documentação e Pesquisa do MARGS e da AAMARGS, prestam homenagem ao centenário de Christina Helfensteller Balbão  (7 de fevereiro de 1917/2 de agosto de 2007); que ao lado de Alice Ester Brueggman (10 de março de 1917/22 de fevereiro de 2001) e Alice Ardohain  Soares (17 de julho de 1917/21 de março de 2005) e Leda Flores (1917/2016).

Durante as comemorações dos 100 anos do nascimento destas importantes artistas gaúchas, o MARGS em parceria com a Coordenação de Artes Plásticas da Prefeitura de Porto Alegre, as Pinacotecas Ruben Berta e Aldo Locatelli, a Pinacoteca Fundacred, a Pinacoteca Barão de Santo Ângelo do Instituto de Artes da UFRGS promovem uma mostra das homenageadas de junho a setembro. A exposição, sediada na Pinacoteca Ruben Berta, tem curadoria de Blanca Brites e Paulo Gomes, e pode ser visitada até 1º de setembro de 2017.

Alice Soares, Alice Brueggemann, acompanhadas por Cristina Balbão e Leda Flores, firmaram definitivamente a geração de artistas mulheres da década de 1950 como exemplos a serem seguidos nos campos profissional, acadêmico e institucional. Essa atuação múltipla foi sempre balizada por uma qualidade de produção digna de profunda admiração.

 

Exposição 4 Mulheres, 1 Centenário

Pinacoteca Ruben Berta – Rua Duque de Caxias, 973Centro Histórico – Porto Alegre – Rio Grande do SulAbertura: 1º de junho, quinta-feira, 19h Visitação: de 2 jun 2016 a 1º set 2017 | seg a sex, das 10h às 18hEntrada Franca

 

 

 

CHRISTINA BALBÃO

Mulher admirável e de múltiplos talentos ocupou lugar de destaque na História da Arte do Rio Grande do Sul como artista, professora e organizadora do Museu de Arte do Rio Grande do Sul Ado Malagoli — MARGS, sendo a sua primeira funcionária. Discreta sobre a sua pessoa, poderia falar ininterruptamente sobre arte com a sensibilidade, o entusiasmo contagiante e a alegria que a caracterizavam, sabendo como transmitir o seu notável conhecimento adquirido com muito estudo, viagens e trabalho durante os seus 90 anos de vida.

Christina Helfensteller Balbão nasceu em Porto Alegre em 1917. Iniciou seus estudos artísticos no Instituto de Artes, cursando Artes Plásticas. Foi aluna de Francis Pelichek, João Fahrion, Luiz Maristany de Trias e Libindo Ferraz, fazendo estágio no atelier de Leopoldo Gotuzzo. Suas primeiras obras na pintura eram figurativas. Aos poucos foi pesquisando novas formas de expressão, passando para o abstrato, tornando-se uma artista de vanguarda. Começou então a estudar escultura, fazendo parte da 1ª turma de mulheres formadas em escultura no Estado pelo Instituto de Artes. Mais tarde realizou um curso de aperfeiçoamento em Buenos Aires, quando teve a  oportunidade de aperfeiçoar seus conhecimentos trabalhando com Horácio Juarez. A sua escultura é rica em belas e harmoniosas curvas, executada com objetividade e força, excluindo as superfícies lisas de suas figuras.

Sempre ligada ao Instituto de Artes, foi convidada para ser assistente da cadeira de escultura, trabalhando com Fernando Corona. Depois, passou a ser titular da cadeira de desenho onde formou diversas gerações de artistas gaúchos.

Christina Balbão viajou muito pelo Rio Grande do Sul, Brasil e exterior, tendo oportunidade de conhecer pessoalmente artistas, visitar museus, escolas de arte e instituições. Acompanhou excursões de alunos ao Rio de Janeiro e São Paulo. Compareceu à 1ª Bienal de São Paulo e, mais tarde, foi uma das incentivadoras da criação da Bienal do Mercosul. Estas viagens a mantinham em sintonia com as correntes vivas da arte.

Participou de salões e coletivas, tendo recebido prêmios e medalhas de bronze e prata. Em 2007 foi a artista homenageada por ocasião da primeira edição do Prêmio Açorianos de Artes Plásticas.

A sua obra pictórica, gráfica e escultórica ainda é pouco conhecida e estudada, mas demonstra uma notável qualidade e coerência. Sobre ela, Christina,  com sua simplicidade impressionante, referiu-se em diálogos pessoais: ”Não faço mais objetos. O mundo já está atulhado deles. Trato de transformar a minha vida em obra de arte”. E, foi pensando assim, que aceitou de imediato o convite de Ado Malagoli para trabalhar na criação do Museu de Arte do Rio Grande do Sul.

Dedicou-se inteiramente ao MARGS, aqui trabalhando desde a sua fundação, em 1954, até a sua aposentadoria compulsória. Ajudou, por exemplo, a colocar massa entre as madeiras do assoalho do foyer do Teatro São Pedro, participando da reforma do espaço onde o Museu de Arte funcionou inicialmente. Fazia trabalho de rua, montava exposições, distribuía convites, visitava os colecionadores para conseguir o empréstimo das obras, enfim, não conhecia limites.

Essa era Christina Balbão. Uma vida dedicada à arte pela arte.

No ano do centenário do seu nascimento, prestamos a nossa homenagem a esta figura ímpar, repetindo as palavras de Alice Soares: ”Christina Balbão é um nome que não pode ficar esquecido.“

Maria Tereza Medeiros

Coordenadora do Núcleo de Documentação e Pesquisa do MARGS

 

 

 

 

 

 

 

 

SERVIÇO:

Conversas no Museu – “Christina Balbão: um nome para lembrar”

Data: 27 de junho (terça-feira)

Horário: 16h

Local: Auditório do MARGS

Entrada Franca

Vagas: 70 lugares disponíveis por ordem de chegada.

Convidados:

Círio Simon – Prof. Dr. Em História

Luiz Inácio Franco de Medeiros – Dr. em Direito, ex-diretor do MARGS

Eduardo Vieira da Cunha – Prof. Dr em Belas Artes, artista plástico e fotógrafo

 

Exposição 4 Mulheres, 1 Centenário

Pinacoteca Ruben Berta – Rua Duque de Caxias, 973 Centro Histórico – Porto Alegre – Rio Grande do Sul

Abertura: 1º de junho, quinta-feira, 19h

Visitação: de 2 jun 2016 a 1º set 2017 | seg a sex, das 10h às 18h

Entrada Franca

 

 

 

Apoio

Arte e Plantas

Celulose Rio-grandense

Café do MARGS

 

Patrocínio

BRDE

Banrisul

 

Realização

AAMARGS

Secretaria de Cultura, Turismo Esporte e Lazer

Governo do Estado do Rio Grande do Sul

Museu de Arte do Rio Grande do Sul

Localização: Praça da Alfândega, s./n.

Centro Histórico, Porto Alegre

Telefone: 32272311

Entrada Franca

Site: www.margs.rs.gov.br

www.facebook.com/margsmuseu

www.twitter.com/margsmuseu

Comentários

comentários

Apoio e Realização