Olhares invisíveis – 1ª selecionada expõe no Bistrô do MARGS

Mapa não está disponível

Data / Hora
Date(s) - 07/03/2019 - 30/04/2019
11:00 - 19:00

Categorias


A Associação de Amigos do Museu de Arte do Rio Grande do Sul Ado Malagoli  ̶  AAMARGS  ̶  apresenta a mostra “Olhares Invisíveis”, da arquiteta Andréa Prates Seligman, com abertura dia 7 de março de 2019, no Bistrô do MARGS. A exposição pode ser visitada até 30 de abril, com entrada franca.

O Concurso de Fotografias da AAMARGS foi criado em 2015 pela Associação e consiste na escolha por um júri convidado para selecionar seis projetos que irão fazer parte das exposições ao longo do ano. Este ano os jurados foram os fotógrafos Flávio Wild e Rogério Soares.

O trabalho, que dá início à seleção dos vencedores no Concurso de Fotografias da AAMARGS 2019, tem o ​ o objetivo de alertar  a sociedade quanto ao abandono e o esquecimento das pessoas idosas e proporcionar um pouco de visibilidade a eles.

Durante o trabalho como servidora da Secretaria de Cultura de Gravataí, Andréa teve seu olhar atraído para uma ação realizada em uma instituição municipal para idosos, entre setembro e novembro de 2018. Neste local, ficou impressionada com o que encontrou lá, pelo cuidado e carinho com que os idosos eram tratados pela equipe de enfermeiros, cuidadores e funcionários da instituição de longa permanência para idosos Nossa Senhora Medianeira de Gravataí. “É uma exceção, afirma. Infelizmente, em grande parte, nesse tipo de instituição, o que se escuta são histórias escabrosas, de maus tratos, descaso e total falta de respeito com o ser humano. Essas pessoas que, pela idade avançada, já estão muito fragilizadas fisicamente e emocionalmente, merecem ter um final de vida mais digno e leve, em todos os sentidos. Muitos deles são colocados e esquecidos em asilos como um peso que se quer eliminar. Os olhares que lá encontrei expressam ao mesmo tempo a alegria de quem é notado por alguém (ou por sua câmera) com quem troca palavras de carinho e conforto, e pelo vazio de não mais ter esperança de um dia sair dali, ou de não mais ter a presença dos seus entes queridos”, completa a Andréa.

 

Sobre a fotógrafa, por ela mesma

Andréa Prates Seligman – Porto Alegre/RS – 1970.

Formada em Publicidade e Propaganda pela PUC/RS – 1992. Meu trabalho de conclusão do curso tratou das campanhas publicitárias (polêmicas) da Benetton, focadas nas fotografias do italiano Oliviero Toscani. Intuitivamente, eu já me voltava para o olhar fotográfico e seu impacto no mundo.

Minha segunda formação foi em Arquitetura e Urbanismo na Faculdade Ritter dos Reis/RS – hoje UniRitter – em 2000. Durante o curso, tive o privilégio de me aproximar de pessoas, professores e referências que me deram um senso estético, artístico e conceitual rico e aprimorado. Comecei a me dar conta da interação entre espaço e homem, da conexão e influência entre o ambiente macro e o indivíduo.  Elementos como iluminação, composição, cor, luz e sobra, volumetria, começaram a fazer parte do meu dia-a-dia. Meu trabalho de conclusão foi um Hospital Materno Infantil.

Sempre vivi em ambientes rodeados de arte, sempre gostei de exposições, museus e temas relacionados. Sinto-me muito confortável, quase “em casa”, nos espaços internos do MARGS. Os azulejos das escadarias, os pisos, as esculturas do acervo, as salas de exposições me são muito familiares. Quando pequena, minha mãe – que trabalhou entre 1983 e 1990 no MARGS – às vezes me levava com ela no seu trabalho.

Em 2003, eu e minha irmã resolvemos empreender abrimos um café conceitual. Servíamos pratos típicos de New Orleans – EUA; entre eles, o carro chefe: Muffuletta (sanduíche referência daquela cidade e nome do nosso café). Nossa ideia era trazer um público diferenciado e apreciador das artes (atores, escritores, pintores, cineastas, cartunistas). Fazíamos pequenas exposições e eventos ligados ao cinema, à música e às artes. Por lá passaram nomes como Britto Velho, Gelson Radaelli, Maria Tomazelli, Fábio Zimbres, Otto Guerra, Nilton Santolin, Murilo Biff, Rodrigo Rosa, Pablo Ferretti, Túlio Pinto, entre outros.

Penso que minha paixão pela fotografia foi o resultado de toda essa bagagem imagética. Iniciei fotografando teatro. Minha primeira exposição individual – (CONTRA)CENA – reuniu várias imagens de cena registradas durante um Festival de Teatro de Gravataí. A exposição ocorreu em fevereiro de 2018, no Quiosque da Cultura, promovido pela Secretaria de Cultura, Esportes e Lazer de Gravataí.

Daqui para frente, estarei sempre em busca de imagens que possam transformar, inquietar, emocionar ou impactar pessoas. Essa é a missão da arte.

 

SERVIÇO

Exposição “Olhares Invisíveis,

Fotógrafa: Andréa Prates Seligman
Visitação: De 7 de março a 30 de abril de 2019

Local: Bistrô do MARGS, de segunda a sexta, das 11 às 19h
sábados, domingos e feriados, das 11h às 19h

Museu de Arte do Rio Grande do Sul Ado Malagoli (Praça da Alfândega, s./n.)

 

Patrocínio

Banrisul

BRDE

Sulgás

 

Apoio

Café do MARGS

Banca do Livro

Bistrô do MARGS

Arteplantas

Celulose Riograndense

Oliveira Construções

AAMARGS

 

Realização

Associação de Amigos do Museu de Arte do Rio Grande do Sul Ado Malagoli

Localização: Praça da Alfândega, s./n.

Centro Histórico, Porto Alegre, RS

Telefone: 32272311

Entrada Franca

Site: www.margs.rs.gov.br

www.facebook.com/margsmuseu

www.twitter.com/margsmuseu

 

Museu de Arte do Rio Grande do Sul Ado Malagoli

Localização: Praça da Alfândega, s./n.

Centro Histórico, Porto Alegre

Telefone: 32272311

Entrada Franca

Site: www.margs.rs.gov.br

www.facebook.com/margsmuseu

www.twitter.com/margsmuseu

Apoio e Realização